sexta-feira, 24 de junho de 2016

Lei obriga a criação do serviço de agendamento de consultas e exames pela internet e telefone em São Luís

Quem precisa marcar uma consulta na Central de Marcação de Consultas Exames de São Luís (CEMARC), já sabe que vai dormir na fila para tentar conseguir uma senha para poder marcar o atendimento médico. Todos os dias a cena se repete na sede da central, na Alemanha, o local parece um dormitório que abriga idosos, jovens e, às vezes, crianças de colo.

Todo esse transtorno seria evitado se a Secretaria Municipal de Saúde colocasse em prática a Lei nº 387 de novembro de 2014, de autoria do vereador Armando Costa (PSDC), o Vereador Comunitário, que cria o serviço de agendamento de consultas medicas e exames de caráter eletivo pela internet e por telefone.

O vereador conversou com a secretária de Saúde de São Luís, Helena Duailibe, e solicitou que execute a lei com extrema urgência. “O serviço e agendamento de consultas vai reduzir as filas na central de marcação, além de acabar com os transtornos causados às pessoas que são obrigadas a dormir ao relento para conseguir um atendimento”, destacou o Armando Costa.

Não precisa muito para acabar com a fila de colchões na CEMARC, basta o Executivo Municipal colocar em prática a lei que foi promulgada em 2014. Segundo Armando, implantar uma central telefônica e uma plataforma de recepção de internet não representa um custo alto, cabe no orçamento da Prefeitura e vai beneficiar aqueles que necessitam de atendimento.

A melhoria da saúde do município também é uma pauta abordada diariamente pelo vereador Armando Costa, que luta para que os desejos da população ludovicense sejam atendidos, na Câmara Municipal de São Luís.

0 comentários:

Postar um comentário